Sejam Bem Vindos!

Menú Geral

Menús

J.S.Bach - Concerto pour clavecin en fa mineur BWV 1056 - II. Adagio

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Leitura de um Quadro - “A volta do filho pródigo”

Leitura de um Quadro

“A volta do filho pródigo”
REMBRANDT, Harmenszoon van Rijn (1606-1669)
Museu “Hermitage” St. Petersburg (Rússia)

The Return of the Prodigal Son c. 1669
Oil on canvas, 262 x 206 cm
The Hermitage, St. Petersburg





“Senti-me atraído pela intimidade entre os dois personagens; o vermelho cálido do manto o amarelo, dourado da túnica do rapaz, e a luz misteriosa envolvendo ambos. Mas, acima de tudo, foram às mãos – as mãos do homem idoso – a maneira como tocavam os ombros do jovem, que me sensibilizaram como jamais acontecera.”
“Seu tamanho, maior do que o natural, seus vermelhos intensos, marrons e amarelos, seus recessos sombreados e limiares luzidos, mas, acima de tudo, o abraço de pai e filho, cheio de luz, e as quatro misteriosas testemunhas...”
“O abraço do pai e filho tornou-se mais vigoroso e envolvente e os espectadores, mais diretamente participantes neste misterioso encontro de reconciliação, perdão e cura interior.”
“As duas mulheres de pé, atrás do pai, em posições diferentes, o homem sentado olhando no vazio, sem vislumbrar ninguém, e o jovem alto, em pé, ereto, em atitude crítica diante do que se passa num plano à sua frente – são todas maneiras de não se envolver diretamente. Há indiferença, curiosidade, devaneio, vigilantes e calmos; há diferentes posturas – na retaguarda, encostado a um arco, de braços cruzados, de mão entrelaçadas. Cada uma dessas atitudes, reservada ou manifesta, me são bem familiares. Algumas são mais confortáveis do que outras, mas todas são maneiras de não se envolver:”
- maneira carinhosa como o pai tocava os ombros do filho mais jovem e o amparava contra o seu peito;
- emergiu a figura de um homem quase cego amparado seu filho num gesto de perdão e compadecimento;
- homem idoso, barbudo com seu amplo manto vermelho...
- o filho pródigo retrata a percepção de sua idade avançada – uma percepção em que cegueira física e profunda visão interior estão intimamente ligadas.
- túnica rasgada cobrindo seu corpo emaciado e as sandálias, com as quais caminhou tanto, que se tornaram gastas e imprestáveis.





Fonte: Trechos do livro – “A volta do Filho Pródigo”
Autor: Henri J.M.Nouwen
A história de um retorno para casa
Editora Paulina


Link para essa postagem


Nenhum comentário: